terça-feira, 26 de Março de 2013

Rescaldo Maratona Sobral de Monte Agraço


Finalmente sem problemas! mas nada de festas! ..... eheheh 

Depois do resultado da 1.ª prova do regional XCM de Santarém ter sido condicionado pela sorte, decidi reorganizar o meu calendário, e como tal optei por outros eventos, tendo desta feita a escolha recaído na maratona do Sobral de Monte Agraço, da qual tenho ouvido boas referência e sendo esta de cariz humanitário, melhor ainda....  

O evento foi organizado pelos Bombeiros Voluntários do Sobral de Monte Agraço e contou com uma boa adesão de participantes, ultrapassando as duas centenas, mesmo com a altimetria característica da zona lol e com as condições atmosféricas dos últimos dias, que elevava o grau de dificuldade do evento, o qual contou com um percurso de 35 kms e outro de 70 kms, bem como uma caminhada, o que é sempre de louvar. 

Foi a minha 2.ª passagem pela localidade do Sobral de Monte Agraço, sendo certo que a outra vez já foi há uns anos e foi com outra organização, tendo desde logo dado para perceber que a zona tem "tudo" para a pratica desta modalidade, pena é o tamanho das subidas eheheheh.

Depois das chuvas que têm caído e com os cerca de 1000 metros de acumulado para 35 kms, sabia que ia ser durinho, já para não falar que os primeiros 10 kms era só subir, o que não era muito do meu agrado, mas como diz o outro "temos pena!". 


No que diz respeito à minha avaliação do evento digo o seguinte:

Aspectos positivos: 
  • Local do evento
  • Levantamento de dorsais
  • Controlos 
  • Infraestruturas
  • Entrega de prémios (imediata)
  • Simpatia
  • Brifing
  • Banhos
  • Percurso (tenho de lá voltar com tempo seco)
Aspectos a melhorar:
  • A chegada, não sou apologista de chegadas em descida "minha opinião".
  • Lavagem de bikes, apesar da boa pressão e quantidade de água acho que uma mangueira é pouco para o tratamento que as bikes tinham.
  • Marcações, era necessário muita atenção e surgiram-me algumas duvidas  pois as fitas estavam curtas e enroladas  bem como as marcações no chão estavam algo sumidas, sendo certo que as condições atmosféricas deram bastante ajuda para que estivesse assim.
  • Classificações (publicação! ainda assim satisfatória)
Lembranças:
  • Tshirt, com estampagem do dorsal da prova, bem conseguido! 
  • Publicidade.
  • Pino dos Bombeiros.
A minha prestação:

Segui para este evento de uma forma descontraída e despreocupada o que me agradou muito, ainda assim não é nem de perto nem de longe sinal de não querer vencer ou pelo menos de lá deixar as forças todas.

Há hora marcada deu-se a partida e lá fomos nós a trás do veículo da organização o que contrariamente ao habitual fez-nos apertar logo o andamento ao ponto de se ter formado um grupo na frente antes de se ter entrado na terra batida, grupo esse onde me encontrava e era composta por cerca de 10 atletas.


Concluído que estavam cerca de 5 kms surgiu-se os outros 5 kms com subida acentuada em estradão e lá fui eu cedendo uns lugares, terminado a subida na 6.ª posição da Geral e já com mais de 1 minuto para o primeiro da meia e cerca de meio minuto para o 2.º. Deu-se então inicio a uns secções de sobe e desce em trilho e lá me consegui aproximar do  2.º da meia, 5.º da geral  mas foi sol de pouca dura, pois apertei mais um bocado e enganei-me no caminho, tendo de regressar meia dúzia de metros para trás e depois com a pressa aterrei uns metros mais à frente, pelo que optei por controlar a aproximação de algum atleta em vez de forçar a aproximação ao 2.º.

Com isto estava na divisão do percurso e confirmei que seguia em terceiro da meia maratona e lá fui eu a rezar para não ter problemas. Como não rezei para não cair lá me estiquei ao comprido outra vez e como não há duas sem três lá teve de ser eheheh. Com 20 km feitos já tinha aterrado três vezes,(grande treino) mas a sorte é que foram dos "softs" lol.

Com isto os kms iam passando e não avistava ninguém a trás de mim e de vez em quando conseguia ver o 2.º que deveria levar 1 minuto de vantagem, mas nunca consegui aproximar-me tendo assim se mantido até ao final, onde cheguei com mais 2 minutos que o 1.º e  a cerca de 1 minuto do 2.º.


Meu registo:
Classificação: 3.º  
Kms: 31,73         
Tempo: 1:42:22    
Média: 18,60
Acumulado: ~900




Em conclusão:

Considero um boa prestação, num terreno muito complicado, onde deu para treinar o kit de unhas e os "esbardalhansos", tendo também de alguma forma me permitido afastar o receio de problemas que me têm acompanhado, ainda assim o pensamento era " será que falta muito para ter de parar". No que diz respeito à bike, esta portou-se lindamente mesmo com o excesso de lama, mas não gostei muito do racing ralph (na frente), porque não me inspirou grande confiança em pedra e lama à bruta (pode ser do trauma ehehe).


Momentos:




segunda-feira, 18 de Março de 2013

Travão Avid Elixir 5



Uma agradável surpresa!

Pensava eu que poderia ganhar uma boas gramas com a troca de travões, mas fui surpreendido com este peso.

Trata-se do travão da frente, com tubo de origem e com pastilhas a meio uso.


segunda-feira, 11 de Março de 2013

Rescaldo da Maratona Águias de Alpiarça 2013

Broxedo 4 CLMS 1 .....mais do mesmo!

A vontade de escrever é nenhuma, mas ainda assim lá vai ter de ser, porque contra fatos não à argumentos....

Pelo terceiro ano consecutivo que participo nesta prova, a qual é tipicamente competitiva, razão pela qual não se verifica grande preocupação em termos de agradar aos participantes, pois a maior parte do pessoal que lá vai sabe o porque de estar ali e vai para se avaliar a ele próprio e participar no regional de Santarém, pois a mesma faz parte desse campeonato.

Para mim já não é uma novidade, pois já conheço a organização local e a organização do Regional, pelo que sei o que me espera, contudo sinto alguma desilusão pelo facto do percurso ser praticamente sempre o mesmo, mas como é para o regional lá tem de ser lol.

Depois das chuvas que caíram e se avizinhavam continuar  a cair, já se espera uma prova bastante pesada e com muita água e areia, mas o que não estava à espera é que a concorrência fosse tão forte, pelo que à partida sabia que iriam ser muitos "cães" a um osso, mas só me dava mais motivação. 

No que diz respeito à minha avaliação do evento digo o seguinte:

Aspectos positivos: 
  • Local do evento
  • levantamento de dorsais
  • Controlos (sem paragens)
  • Classificações 
  • Marcações
  • Infraestruturas 
Aspectos a melhorar
  • A chegada, devido ao numero de pessoas sempre de um lado para o outro.
  • Lavagem de bikes não as vi.
  • Banhos de água fria, depois de meia dúzia terem tomado banho (foi à pele ahahah)
  • Percurso (repetido ou quase! de outros anos)
  • Partida entre escalões muito curta (1 minuto)
Agora vem a parte pior... mas lá tem de ser!

Segui para o evento com boas sensações, pois o ano passado venci no meu escalão, mas logo à partida sabia que este ano as coisas iam ser diferentes, porque tinha muita concorrência e tudo a andar muito bem, mas isso só trás mais interesse ao campeonato  pelo que só me restou colocar o melhor possível na partida e aguentar atrás dos "cavalos" o máximo que conseguisse e assim fiz.

O inicio foi feito com um andamento a modos que ao "sprint" o que durou até entrar-mos na terra, mas ainda assim o andamento era muito forte e como começa-mos logo a ultrapassar atletas da maratona, surgiu a confusão total, mas lá me fui conseguindo manter, não sei bem onde porque a confusão já não dava perceber quem era quem lol, ficando apenas a saber que o meu colega Pedro Amaro seguia um metros à frente e sabia que ele ia com os primeiros, mas não sabia quantos eram. 
Lá fui fazendo o que conseguia e tentei a todo o custo alcançar um grupo de atletas da maratona que rolavam muito bem, mas como não tinha companhia para puxar não estava a ser fácil e as ultrapassagens continuavam. depois dos km 10 lá arranjei mais dois atletas para puxar e lá fomos tentado chegar ao grupo, mas no "charco" espetam-me uma trancada na roda de trás e ela fica a fazer barulho, pelo que tive de parar, pois a ponta do desviador de trás estava a bater no raios e com isto lá se foi o grupo, momento em que sou logo alcançado pelo meu colega de equipa Luís Carvalho e um "comboio TGV" e lá me agarrei a eles e em pouco tempo alcança-mos os que me tinha fugido. O andamento estava muito forte e a lama era muita, pois nem dava para ver o caminho, era seguir na roda e deixar ir (se o da frente passa eu também passo lol) 


Nisto surge um estreitamento de via ahaha e vá de por a pé e continuar em carga, mas no momento em que me vou montar novamente chamam-me à atenção que o selim estava no chão, momento em que olho para trás e vejo que apenas tenho os carris, não sei o que fazia naquele momento mas foi "engolir" e continuar, em pé tá claro, porque os carris fazem ferida (ainda te dá para gozar). 

Foram 20 kms em pé até ao fim e a dar "fruta" conforme dava, logo eu que não gosto de pedalar de pé, mas mesmo assim ainda deu para dar roda e ultrapassar alguns atletas.







Para a história fica:

Classificação: 13.º  
Kms: 39,10         
Tempo: 1:36:00    
Média: 24,13

Novo registo ahahah
Avarias: um selim partido


Passeio Meia-Maratona – Veterano A
CLASSNOMEEquipaTEMPO
1Sergio GasparEscolinha Btt Almeirim01:27:58
2Filipe CoelhoIndividual01:28:16
3Pedro AmaroArealbike / Rádioalenquer01:29:48
4António EloyRibabike01:32:00
5Luis CarvalhoArealbike/Rádioalenquer01:32:25
6Ernesto CaniçoB.V.Almeirim / Ribabike01:32:25
7Leonel CanelasDAI / Crédito Agrícola01:34:10
8Mauro SantosRibapedal Bike Shop01:34:10
9Luis ConceiçãoCampinosbtt / BIKEZONE / Redeenergia01:35:35
10Flávio FitasIndividual01:35:54
11Miguel FrangoBikeclinic / Evonutrition01:36:00
12Carlos SantosAZURIBIKE Mangualde Team01:36:00
13Carlos SantosArealbike / Rádioalenquer01:36:00
14Luís LopesB.V.Almeirim / Ribabike01:36:00
15João ChagasIndividual01:36:00

Para concluir:

O regional está feito, a sorte continua a bom ritmo, o resultado não foi mau de todo, tendo em conta que o grupo em que seguia só me deu 4 minutos, o selim está na garantia, as pastilhas de trás ficaram nas últimas e valeu o treino.

sábado, 2 de Março de 2013

Bergamont sofre tratamento!

Ora nem mais!

Tendo em vista o melhoramento do brinquedo, ou não, este foi sujeito a alterações, que em muito contribuíram para a alteração de peso, imagem e furos, pelo menos assim espero.


Saiu o guiador de origem e entrou um FSA em carbono com as cores a condizer, permitindo assim a retirada de 141 gramas.

Saiu o avanço de origem de 90mm e entrou um FSA de 100mm com as cores a condizer, tendo ido ao ar 7,3 gramas


Saiu o disco de origem de 180 e entrou um igual mas de 160, justamente com a alteração, saiu anilhas e adaptador, o que permitiu a retirada de 60,2 gramas, mantendo-se o poder de travagem mais do que suficiente.


Aqui é que custou ahahah, saiu o pneu de trás Racing Ralph e entrou um Crossmark o que engordou a coisa em 116 gramas, mas acho que vale a pena, pois segundo consta a probabilidade de furar é bem menor.


Entretanto também as bichas vão ser cortadas, mudanças e travões, por uma questão de estética, mas também umas "cagajesimas" de gramas à vida.

Agora resta pesar o brinquedo e esperar que o resultado seja o desejado lol e que a performance melhore, ou pelo menos não piore.